Busca
  
  1. Extranet
  2. Idioma
  3. Global sites
PR Newswire: Distribuição de notícias, targeting, monitoramento e soluções de marketing.

A Public Interest Registry e a Nonprofit Tech for Good lançam o Relatório de Tendências Globais das Doações inaugural de 2017

Pesquisa internacional revela tendências, preferências e hábitos por trás das doações filantrópicas em todo o mundo  

RESTON, Virgínia, 12 de setembro de 2017 /PRNewswire/ -- A Public Interest Registry, a operadora sem fins lucrativos dos domínios .org, .ngo e .ong e a Nonprofit Tech for Good revelaram hoje o resultado do "Relatório de Tendências Globais das Doações de 2017 (2017 Global Trends in Giving Report)". Através de uma pesquisa feita com mais de 4.000 doadores em 95 países, o relatório inaugural fornece um entendimento completo de como e porquê os doadores de todo o mundo estão fazendo doações e se envolvendo com organizações não governamentais (ONGs), organizações sem fins lucrativos e beneficentes. Adicionalmente, a pesquisa avalia o papel que a tecnologia desempenha nas comunicações e nas doações filantrópicas nos continentes e demografias.

As principais descobertas globais incluem:

  • 92 por cento dos doadores acreditam que as ONGs são éticas e confiáveis e 96 por cento acreditam que essas organizações são essenciais para a criação de mudanças sociais.
  • 45 por cento dos doadores fazem doações para ONGs localizadas fora de seu país de residência.
  • Os doadores de todo o mundo preferem fazer contribuições financeiras on-line, o que também é um sentimento conclusivo entre gerações – 62 por cento dos membros da geração do milênio e 59 por cento dos membros da geração X e da geração Baby Boom, respectivamente, preferem doações feitas on-line.
  • Dos doadores on-line, 42 por cento citam a mídia social como a ferramenta que mais os inspirou a fazerem as doações; destes doadores, 62 por cento mencionam o Facebook como o canal mais inspirador, seguido pelo Twitter (15 por cento) e depois pelo Instagram (10 por cento).
  • A maioria dos doadores acreditam nos Web Sites  e endereços de e-mail que utilizam os domínios .org (72 por cento), .edu (7 por cento) e .ngo (6 por cento).
  • A mídia social é mencionada pelos membros da geração do milênio (33 por cento) e pelos membros da geração X (28 por cento) como a ferramenta que mais inspira a doação, enquanto que os membros da geração Baby Boom mencionam os eventos para arrecadação de fundos (24 por cento) como os mais inspiradores.
  • 67 por cento dos doadores foram voluntários de ONGs durante o último ano. Destes voluntários, 97 por cento também fizeram uma contribuição financeira para a organização na qual foram voluntários.
  • Doadores de ambos os sexos mencionam organizações de apoio a crianças e adolescentes como sua principal preferência.
  • Doadores liberais mais provavelmente doam para causas de direitos humanos e civis, enquanto os conservadores mais provavelmente fazem doações para os serviços religiosos e de fé.

"O envolvimento efetivo com os doadores é crucial – o sustento em alguns casos – para a comunidade da ONG alcançar com sucesso sua missão", disse Brian Cute, CEO da Public Interest Registry. "As visões do relatório fornecem um valioso exame cultural, globalmente e dentro de regiões definidas. Mas, de forma mais importante, as descobertas irão ajudar as ONGs de todo o mundo a entenderem quem, quando e como abordar aqueles com a mente voltada para a filantropia, dentro de seus países e além de suas fronteiras".

Detalhes dos doadores na América do Sul:

  • 38 por cento dos sul-americanos são inspirados a doar através da mídia social, especificamente o Facebook, a 58 por cento. Por sua vez, o e-mail é o menos impactante para sul-americanos, a 8 por cento, a menor taxa entre todas as regiões.
  • Na América do Sul, a doação religiosa é a menos diversificada no mundo, com 96 por cento das doações ocorrendo apenas em torno de feriados cristãos. Ironicamente, no entanto, os doadores na América do Sul doam pelo menos (4 por cento) à causa de serviços religiosos e da fé durante os feriados cristãos.

"O exame das preferências dos doadores em todo o mundo mostrou claramente uma resposta imensa dos doadores nos países ricos a qual acreditamos esteja em correlação direta com a falta de ferramentas tecnológicas das ONGs nos países em desenvolvimento, para efetivamente envolver seus apoiadores", disse Heather Mansfield, fundadora da Nonprofit Tech for Good. "Temos esperança de que as futuras versões desse relatório reflitam uma comunidade mais diversificada de doadores, especialmente na medida em que a infraestrutura da Internet evolui e permite que mais doadores surjam de todos os cantos do mundo".

Respondido no início desse ano, o "Relatório das Tendências Globais das Doações de 2017" entrevistou 4.084 doadores participantes de 95 países na África, Ásia, Austrália & Oceania, Europa, América do Norte e América do Sul, incluindo análises do gênero, das gerações e ideológicas.

Para mais informações sobre as descobertas e metodologia da pesquisa e para baixar o relatório completo e os gráficos, visite o endereço http://www.givingreport.ngo.

Sobre a Public Interest Registry

A Public Interest Registry é uma organização sem fins lucrativos que opera o domínio de nível superior .org, o terceiro maior domínio de nível superior "genérico" do mundo, com mais de 10,4 milhões de nomes de domínio registrados em todo o mundo – e os recém-lançados domínios .ngo e .ong e o Web Site comunitário OnGood. A Public Interest Registry também opera quatro nomes internacionalizados de domínios (.ОРГ (xn--c1avg), .机构 (xn--nqv7f), .संगठन (xn--i1b6b1a6a2e), .组织机构 (xn--nqv7fs00ema) para apoiar e encorajar o uso da Internet no idioma local. Como defensora da colaboração, proteção e segurança na Internet, a Public Interest Registry assumiu a missão de capacitar e habilitar a comunidade não comercial global a usar a Internet de uma maneira mais eficiente e a ocupar uma posição de liderança entre os grupos de interesse da Internet, no que se refere a políticas e outras questões relacionadas ao sistema de nomeação de domínios. A Public Interest Registry, foi fundada pela Internet Society (internetsociety.org) em 2002 e está sediada em Reston, na Virgínia, EUA.

Sobre a Nonprofit Tech for Good

Com quase 100.000 visitantes por mês e mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais, a Nonprofit Tech for Good é um recurso de mídia social e móvel líder para profissionais de organizações sem fins lucrativos. Criada e gerenciada por Heather Mansfield, a Nonprofit Tech for Good se concentra em oferecer informações valiosas de fácil entendimento, notícias e recursos relacionados com a tecnologia sem fins lucrativos, comunicações on-line e arrecadação de fundos via dispositivos móveis e mídias sociais.

Contato com a mídia:

Krystin Williamson, Allison+Partners para a Public Interest Registry

pir@allisonpr.com

(619) 342-9383

FONTE Public Interest Registry



Contate-nos

Obtenha mais informações

ou fale conosco pelo telefone

+55 11 2504 5100

Veja nossas notícias

Acesse nossa página de notícias e fique atualizado com as informações mais importantes do dia.

Seja um parceiro

Receba automaticamente em seu site nossas notícias, atualizadas a todo instante. Veja os formatos disponíveis e cadastre seu site agora mesmo!